Em cerimônia conjunta com presidentes do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), foi anunciada a promulgação de partes da PEC dos Precatórios. 

O anúncio oficial veio após acordo anunciado na noite de terça-feira (7) em que ficou decidido que a pauta seria fatiada. No acordo, o Congresso promulga as partes em comum aprovadas pelas duas casas, que incluem a mudança na correção do teto de gastos e outros dispositivos relacionados aos precatórios, como o índice de correção dos valores devidos pela Selic. 

A PEC abre espaço fiscal de R$ 108,4 bilhões no Orçamento de 2022 visando acomodar o Auxílio Brasil. No entanto, somente R$ 64,9 bilhões desses recursos estarão garantidos com a promulgação do texto comum aprovado pela Câmara dos Deputados e pelo Senado. Os demais trechos deverão ser votados na Câmara na próxima semana, onde ainda será preciso contar com 308 votos.