Fabiano Contarato é um dos mais conhecidos opositores do presidente Jair Bolsonaro, este, teve "certa" fama por sempre pedir a prisão de todos que defendiam o governo em suas falas e participações durante as oitivas na CPI da Pandemia. A novidade sobre o senador, fica por conta do tom elevado de acusação onde o membro do parlamento brasileiro afirmou que o efeito da eleição de Bolsonaro "foi muito negativo" para a comunidade LGBTQIA+ e demais grupos minoritários da sociedade. 

Devemos informar ao senador que faz parte da democracia aceitar a vontade da maioria. Claro que isso não representa o desrespeito aos grupos minoritários deste país. O senador também precisa lembrar que ao longo dos anos (governo do PT) o povo brasileiro se sentiu violado de várias formas. Foi necessário quase 20 anos para que uma maioria fosse formada no intuito de fazer frente ao caos deixado pelos vermelhos. 

Não estamos sendo preconceituosos, mas reagindo educadamente ao escrever essas linhas. Devo lembrar que também não estamos sendo legitimados pelo presidente e tão pouco pelos supostos discursos de ódio imputados de forma leviana ao homem democraticamente eleito. Estamos reagindo legitimados e espelhados na conduta de vocês. 

Aprendemos a reagir replicando aquilo que vocês tanto fizeram com as famílias desse país ao longo dos anos. Nossa reação? As urnas! Essa nos deu a vitória dentro da lei e da legalidade. 

Não queremos e não pregamos violência contra minorias, mas também não queremos doutrinação e discursos de ódio travestidos de opinião legitimada muitas vezes pelo mandato parlamentar. Novamente afirmamos que não queremos e não alimentamos o ódio, ou não seríamos cristãos! Mas não me podem furtar o direito de dizer que não precisamos de discursos ainda mais odiosos como o seu. Esse é o tipo de conduta que não edifica e não constrói uma solução a partir do diálogo. É bom lembrar que a constituição que o nobre senador defende também oferece sua sombra aos que formam a maioria nesse país e que nela foram legitimados pelo voto. É bom saber disso! Ser minoria ou maioria não representa ter 100% de razão. Precisamos ter humildade para sentar e ouvir.

Precisamos ouvir todos os setores da sociedade, compreender suas necessidades e anseios, mas a realidade política é uma só! Ninguém consegue ter todos os seus desejos e vontades atendidas. Quero lhe fazer uma pergunta... O senhor consegue atender a vontade de todos os seus eleitores? Tens nesta pergunta a sua resposta!