Os líderes do G7 na CPI da Pandemia listaram cinco crimes cometidos pelo presidente Jair Bolsonaro que deverão constar no relatório final do senador "imparcial" Renan Calheiros. 

De acordo com documento elaborado por técnicos da CPI, são eles: crime de pandemia (artigo 267 do Código Penal), crime de curandeirismo (artigo 264 do Código penal), Crime de Infração de Medida Sanitária Preventiva (artigo 268 do Código Penal), Crime de Advocacia Administrativa (artigo 268 do Código Penal) e Crime de Corrupção Passiva (artigo 317 do Código penal). 

No sumário, cada crime é acompanhado da pena e de observações sobre como o presidente teria participado para incorrer nos tipos penais. 

NÃO DEVEMOS ESQUECER! Que o consórcio nordeste não foi investigado ou questionado em suas latentes irregularidades. A comissão mais parcial do Brasil quer livrar o filho do Senador e a patota do consórcio.