A discussão continua em torno do comando do ninho tucano. Numa reação ao movimento do governador de São Paulo, João Doria, para assumir o comando do PSDB a partir de maio com vistas às eleições presidenciais de 2022, o partido decidiu convocar sua Executiva Nacional para prorrogar por mais um ano o mandato de Bruno Araújo à frente da sigla.

O fato se deu por conta das declarações do  ex-senador e ex-presidente nacional do partido José Aníbal (PSDB-SP) que afirmou, em entrevista à CNN Brasil, que a legenda adiará as pretensões de Doria, mas não vai conseguir isolá-lo. 

O Anibal é ave experiente no ninho tucano e pretende colocar o partido na oposição ao governo Bolsonaro apoiando de forma velada o Governador de São Paulo. O ex-senador ainda deu informações inverídicas sobre dados de vacinas de combate ao COVID-19 e foi prontamente corrigido pelos âncoras da emissora.

Por trás das disputas internas está o ano pré-eleitoral. Essa história está longe de terminar e muitas penas ainda irão ser arrancadas no ninho tucano. Aécio que se cuide!