Nem mesmo a produtora acreditava que sua produção poderia ser indicada ao prêmio. Petra chegou a dizer que em várias listas enviadas a academia, o nome de seu tendencioso documentário não aparecia entre os possíveis indicados.

Em minha opinião, alguém ou alguma empresa de comunicação do Brasil, pode ter comprado a indicação do documentário, para vender ao país uma ideia de que a produção realmente tinha uma qualidade em conteúdo capaz de vencer o Oscar.

Eu nunca acreditei nisso! Eu assisti a produção, procurando analisar o aspecto histórico e isento de uma opinião tendenciosa, mas a própria produtora ou diretora, desconstruiu minha intenção em ser imparcial. O pseudo documentário não mostra uma democracia em vertigem, mostra o desespero daqueles que detinham o poder absoluto e que com jogadas imprudentes foram deixando rastros, caminhos e atos irresponsáveis para que aqueles que também desejavam o poder pudessem legalmente tirá-los.

Não vejo uma democracia em vertigem, mas vejo um partido em vertigem. Talvez alguém faça uma produção contando a ascensão e queda do partido dos trabalhadores e seu nefasto projeto de perpetuação no poder. 

Por último, observo uma menina rica contando uma história que vai na contramão da realidade de muitos brasileiros. Observamos no documentário as festas, jatinhos, empresas da família, fugas e férias para a Califórnia, fotos, filmagens e uma modinha em ser comunista ou vestir por alguns momentos a fantasia de socialista, tal como em um carnaval. Tudo ricamente filmado e detalhado para ir além da vida de nossa documentarista, mas para defender aqueles que colaboraram com sua rica produção, capaz de "achar" um lugarzinho na cerimônia do Oscar. 

Ao final de tudo, os fogos não foram utilizados, as matérias e vinhetas gravadas anteriormente, anunciando o primeiro Oscar brasileiro, não irão passar incansavelmente como planejado. O ex-presidente presidiário e sua fiel escudeira deposta, não poderão utilizar um Oscar como escudo democrático e nem poderão utilizar a produção como cereja em seu bolo de roubalheiras, pois o PT fará 40 anos e o presente era de fato muito aguardado. A produtora virou meme na internet e terá que conviver com a vertiginosa veia sarcástica da web.