A Rede Globo de Televisão anunciou na noite de ontem sua posição diante da criação e da evolução. O Jornal Nacional, em sua edição do dia 28/1, fez uma reportagem que mexeu com milhares de famílias, pessoas e igrejas em todo o Brasil. Veiculou a opinião de um pesquisador que disse a seguinte frase: "acreditar no criacionismo e no designe inteligente é o mesmo que acreditar que a terra é plana". Impor algo aos cientistas e suas várias comunidades é discutível se formos debater sob a luz da constituição, isso por conta do princípio do estado laico, mas refutar argumentos sólidos sobre a existência de um Criador de forma pública e altamente desrespeitosa como fez a Rede Globo e sem ouvir ou dar voz ao outro lado envolvido e citado durante toda a matéria, só reforça a ideia de que a emissora está cada vez mais empenhada em manter uma guerra fria e sórdida contra todos os cristãos.

CONTEXTUALIZANDO - O professor Benedito Guimarães Aguiar Neto foi nomeado novo presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Nível Superior (Capes), na última sexta-feira (23/1). Defensor do criacionismo (campo de estudo onde acredita-se que foi Deus quem criou a vida), ele será o responsável pelo programa que oferece bolsas para pesquisas científicas.

Não pensem que se trata de uma perseguição religiosa, mas sim, de uma perseguição política contra o Presidente Bolsonaro. A Globo não está percebendo que está indo contra pessoas, lares, igrejas e religiões, que são favoráveis e também contrárias ao governo Bolsonaro, mas que teologicamente falando são cristãos e muitos consomem seus produtos. A Globo não respeita a democracia, a escolha popular e a existência de um Deus que não ajuda a vender seus programas, estes, transformaram o Brasil no país das minorias. A mesma Globo, agora, coloca uma minoria contra a outra pulverizando o ódio advindo daquela que ainda se julga “a Vênus Prateada” da TV brasileira, mas que na verdade não passa de ser decadente que tem medo de olhar seu reflexo no espelho e descobrir aquilo que já estamos vendo faz muito tempo.

Ao atingir Deus Pai, Filho e o Espírito Santo, a emissora acaba por desligar outros milhares de aparelhos que até outro dia ainda sustentavam sua combalida audiência. Querem dar uma resposta? Mude de canal! Essa é a melhor de todas.